Já que hoje é dia do obstetra, bora falar um pouco mais sobre uma das vertentes mais bonitas da medicina?

O obstetra é o médico que se especializa na área de Obstetrícia e Ginecologia, responsável por estudar todos os métodos de reprodução da mulher, cuidando de suas pacientes desde o pré parto até o pós-parto, sempre cuidando de seus aspectos fisiológicos e patológicos.

Além de cuidar das mulheres, também é responsável por acompanhar o desenvolvimento do feto e da mamãe durante todas as suas semanas de gestação.

Entre suas competências estão as consultas realizadas com a mulher, assim como a orientação das pacientes sobre a importância do acompanhamento médico durante a gestação. O aconselhamento e a realização do pré-natal, que consiste em realizar todo um histórico do feto e da paciente com base em exames específicos durante a gestação, bem como intervenções terapêuticas necessárias.

Além do histórico do feto e da mãe, o obstetra também tem a função de conhecer o histórico familiar da gestante e acompanhar a evolução e saúde do feto.

Para ser um obstetra, é preciso além de ser formado em medicina realizar a especialização em Ginecologia e Obstetrícia. Isso por conta das alterações hormonais, muitas mulheres acabam sofrendo durante a gravidez e até depois dela, como com a depressão pós-parto. Com isso, há a necessidade de especialização e conhecimentos em psicologia e saúde da mulher.

Esse profissional precisa ter sensibilidade metodológica, proatividade, interesse pelo corpo humano e também por ciências biológicas. Além de, obviamente, ter cuidado e bom relacionamento pessoal, já que cabe ao obstetra dar todas as informações do feto aos pais.

O obstetra pode realizar partos em hospitais, residências e também em clínicas, tudo de acordo com a necessidade do quadro. Por isso, o profissional pode trabalhar em rede pública ou privada de hospitais ou ter seu próprio consultório.

De acordo com a legislação brasileira, o profissional da área recebe em torno de 3 salários mínimos por 20 horas semanais de trabalho.

E você, já pensou em ser um obstetra?